Banner interno

Coqueluche

Coqueluche

Também conhecida como pertussis ou tosse comprida é uma doença infecciosa do trato respiratório causada pela bactéria Bordetella pertussis. O contágio se dá pelo contato direto com a pessoa infectada ao tossir, espirrar ou falar. Pode ocorrer em qualquer época do ano e em qualquer fase da vida.

Apenas os indivíduos que já tenham adquirido a doença ou recebido a vacina DTP (mínimo de três doses) não correm o risco de adquiri-la. Principalmente nas crianças e nos idosos, ela pode evoluir para quadros graves com complicações pulmonares, neurológicas, hemorrágicas e desidratação.
 
Acomete especialmente as crianças menores de dois anos.  Os principais transmissores são:
Mães (39%)
Pais (16%)
Avós (5%)
Irmãos (43%)

 

Sintomas:

Os sintomas duram cerca de 6 semanas e podem ser divididos em três estágios consecutivos:

a) estágio catarral (uma ou duas semanas): febre baixa, coriza, espirros, lacrimejamento, falta de apetite, mal-estar, tosse noturna, sintomas que, nessa fase, podem ser confundidos com os da gripe e resfriados comuns;

b) estágio paroxístico (duas semanas): acessos de tosse paroxística, ou espasmódica. De início repentino, esses episódios são breves, mas ocorrem um atrás do outro, sucessivamente, sem que o doente tenha condições de respirar entre eles e são seguidos por uma inspiração profunda que provoca um som agudo parecido com um guincho. Os períodos de falta de ar e o esforço para tossir deixam a face azulada (cianose) e podem provocar vômitos;

c) estágio de convalescença: em geral, a partir da quarta semana, os sintomas vão regredindo até desaparecerem completamente.

 

Diagnóstico:

Basicamente clínico. Exames laboratoriais podem ajudar a determinar a presença da bactéria Bordetella pertussis em amostras retiradas da nasofaringe.

 

Tratamento:

Paciente deve permanecer em isolamento respiratório enquanto durar o período de transmissão da doença.

A hospitalização só se torna necessária, quando ocorrem complicações e é preciso oferecer suporte de oxigênio e alimentação parenteral.

Necessário uso de antibiótico.

 

Sistema de Doses: 

Existem 4 tipos de vacinas. O SUS oferece a pentavalente (Difteria Tetano Pertussis + Hib+ hepatite B): doses com 2, 4 e 6 meses e reforço com 15 e 5 anos.

Na rede privada: 

Pentavalente (DTPacelular + Hib + VIP) disponível para 4 e reforços.

Hexavalente (DTPacelular +Hib + hep B + VIP) disponível 2, 4 e 6 meses e os reforços.

DTPa adulto: indicada a partir dos 4 anos, adultos e gestantes.

DTPpa Iinfantil: indicada para menores de 7 anos.

Unidades que realizam esta vacina:

Sorocaba - Unidade Ápice

Sorocaba - Unidade Ápice

Rua Eulália Silva, 214, 3º andar
Jardim Faculdade - Sorocaba/SP

Telefones:

(15) 3229-0219 | | (15) 99189-5520
Sorocaba - Unidade Olga

Sorocaba - Unidade Olga

Avenida São Paulo, 4525
Além Ponte - Sorocaba/SP

Telefones:

(15) 3442-6009 | (15) 98837-9823
Cerquilho - Unidade C.M. São José

Cerquilho - Unidade C.M. São José

Av. Washington Luís, 392
Centro - Cerquilho/SP

Telefones:

(15) 3288 4848 (opção 3) | (15) 98176-2855