Banner interno

Falar sobre o Outubro Rosa também é falar sobre as vacinas para mulheres, afinal, a vacinação também é um cuidado com a saúde.

As vacinas se iniciam desde o nascimento e se estendem até a fase adulta. De acordo com a Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIM), a indicação das vacinas está dividida por faixa etária, por exemplo, temos um calendário para o adulto e um calendário para a gestante.

Quais são as vacinas recomendadas para mulheres?

Não só para mulheres, mas na fase adulta, as vacinas recomendadas são: dTpa (difteria, tétano e coqueluche acelular), Meningite B, Meningite ACWY, Varicela, SCR (sarampo, caxumba e rubéola), Hepatite A , Hepatite B, Influenza, Dengue, HPV, Febre amarela.

Em especial vale o nosso destaque para a vacina de HPV que previne a mulher contra os condilomas (verrugas genitais) e o câncer do colo do útero. A vacina está indicada para mulheres dos 9 aos 45 anos, sendo feita no esquema de 3 doses (0, 2 e 6 meses) e nas adolescentes (dos 9 aos 14 anos 11 meses e 29 dias) 2 doses (0 e 6 meses).

Além disso, temos um calendário específico para a gestante, e as vacinas recomendadas são: dTpa (que deve ser feita a partir da 20ª semana de gestação), Hepatite B (após o primeiro trimestre de gestação) e Influenza que pode ser feita em qualquer idade gestacional.

A vacinação é importante por toda a vida

Todo ciclo da vida precisa de atenção, isso é fato. Entretanto, os primeiros anos de vida de todas as pessoas precisam de cuidados redobrados. Isso, tanto para a diminuição do risco de adoecimento quanto de óbitos infantis.

No início da adolescência, a atenção deve ser voltada para as doses de reforço. Além disso, neste período também é essencial tomar a vacina contra o HPV, uma infecção sexualmente transmissível que atinge diretamente as mulheres com o câncer de colo de útero.

Na melhor idade a mulher também deve continuar se cuidando. A vacina contra gripe, tríplice do adulto, pneumocócica e febre amarela são essenciais nessa fase da vida.

Entretanto, as coberturas para todas as vacinas vêm caindo nos últimos anos. Esse fato também está sendo visto consideravelmente sobre gestantes, seja ela adulta ou adolescente. Para esse público, em específico, manter a vacinação em dia é ainda mais essencial, tanto para prevenir doenças para si quanto para o bebê.

Enfim, as vacinas para mulheres, assim como para todos os públicos, é algo essencial. Neste mês de outubro, além dos exames preventivos, procure se atentar a sua caderneta de vacinação e conferir se suas doses estão em dia. Vacina também é saúde e é algo essencial para a vida de uma pessoa! Compartilhe essa ideia e conte com a Dr. Vacina para te ajudar.

Patrícia Ruiz - COREN- SP 226-788 - Enfermeira Responsável Técnica. Concluiu a graduação de Enfermagem em 2009 na universidade UNIP - Sorocaba. Atua desde de 2017 no Dr. Vacina.

Leia também

Como funciona o calendário vacinal de prematuros?

Bebês prematuros precisam de cuidados especiais não apenas em seu desenvolvimento, mas também no seu processo de imunização!Estamos no novembro lilás, o mês da prematuridade,...
Leia mais

Amamentação durante a vacina: entenda mais

A amamentação durante a vacina, mais do que em outros momentos, faz toda a diferença para o bebê e também para a mãe!O dia da...
Leia mais