Banner interno

O vírus da Gripe e Covid estão em nosso meio e, mesmo com sintomas semelhantes, a vacinação é capaz de garantir o diagnóstico e tratamento ideal.

Mesmo apresentando alguns sintomas semelhantes, a gripe e a COVID-19 são doenças diferentes. Isso porque a primeira é causada pelos vírus influenza, enquanto a segunda pelo SARS-CoV-2. 

Além disso, quando falamos em grupo de risco, a gripe é considerada muito perigosa para crianças, já a COVID-19 raramente causa quadro grave neste grupo, sendo mais perigosa para idosos. As duas doenças estão aí e as duas são altamente contagiosas e perigosas. Por isso, conhecer as suas semelhanças, diferenças e precauções para afastá-las é algo essencial.

Quais as semelhanças entre a gripe e COVID?

Uma das principais semelhanças das doenças é que ambas acometem o sistema respiratório. Além disso, no quesito sintomas iniciais, as duas apresentam alguns sintomas parecidos, tais como:

  • Febre;
  • Mal-estar;
  • Dor de cabeça e/ou no corpo;
  • Fadiga;
  • Tosse;
  • Calafrios.

Além disso, tanto a gripe quanto a COVID-19 são as maiores causadoras da Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG). Esta doença leva à hospitalização do paciente, à internação em UTI e, em muitos casos, à morte.

Vacinação

Atualmente, está acontecendo a vacinação para ambas as doenças. Entretanto, é importante saber que as vacinas influenza NÃO protegem da COVID-19 e vice-versa. 

Mas a vacinação das duas faz toda a diferença para que as doenças não sejam confundidas e o tratamento correto seja feito. Portanto, para aqueles que ainda estão um pouco longe da vacina Covid, garantir a vacina contra a gripe faz toda a diferença para o diagnóstico correto.

Por que é tão importante vacinar?

A vacinação contra a gripe neste momento é essencial para que a população se mantenha forte e saudável contra a Covid. Além disso, é capaz de afastar problemas mais graves, como:

  • A gripe pode evoluir de forma grave e até fatal;
  • Os surtos da gripe acontecem, em grande parte das vezes no período de outono e inverno, quando as temperaturas caem. Mas o vírus circula o ano todo e pode provocar vítimas;
  • A gripe também pode aumentar o número de casos de doenças respiratórias. O fato é alarmante, pois vai complicar ainda mais a frágil situação epidemiológica do Brasil causada pela pandemia de COVID-19.

No ano passado, o Brasil teve uma diminuição do número de casos de gripe. O motivo está ligado diretamente ao uso de máscara e ao isolamento social para prevenção da COVID-19. Além disso, a porcentagem de pessoas vacinadas contra a gripe foi altíssima.

Entretanto, mesmo com esse sinal positivo os dados do SINAN (Sistema de Informação de Agravos de Notificação) marcaram 2.585 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) devido ao vírus influenza. Sendo assim, todo cuidado é pouco e a vacinação não deve ser negligenciada.

A prevenção é o melhor remédio

A Organização Mundial da Saúde (OMS) considera a vacinação contra a gripe essencial, sobretudo, para:

  • Garantir maior proteção aos grupos de risco tanto da gripe quanto da Covid-19;
  • Reduzir a necessidade de internamento, riscos de superlotação e exposição ao Coronavírus;
  • Diminuir a sobrecarga dos sistemas de saúde;
  • Reduzir faltas ao trabalho de profissionais da saúde e demais serviços essenciais;
  • Auxiliar no diagnóstico entre COVID-19 e gripe, tendo em vista que ambas contam com sintomas respiratórios.

Enfim, a vacinação é sempre a melhor saída para que qualquer contratempo possa ser evitado. Portanto, se você ainda não tomou a sua vacina contra a gripe, procure pela unidade Dr. Vacina mais próxima de você. A Sociedade Brasileira de Imunizações orienta a vacinação contra a gripe para todos os públicos a partir dos 6 meses de vida. Portanto, não deixe para depois!

Patrícia Ruiz - COREN- SP 226-788 - Enfermeira Responsável Técnica. Concluiu a graduação de Enfermagem em 2009 na universidade UNIP - Sorocaba. Atua desde de 2017 no Dr. Vacina.

Leia também

Sarampo: De olho na doença

O sarampo é uma doença que está a décadas em nosso meio e a vacinação é a melhor forma para prevenção.Estamos próximos à primavera, estação...
Leia mais

Prevenção de doenças de primavera em Curitiba

As doenças de primavera estão se aproximando e saber quais são elas é essencial para a prevenção.A primavera está próxima de chegar, mas infelizmente ela...
Leia mais